Euro Trip – Amsterdam

Euro Trip – Amsterdam

DCIM100GOPRO

Eu não tenho nem palavras pra descrever essa cidade. Ao pisarmos em Amsterdam, eu já tinha certeza. É aqui que eu quero viver. Imagine um lugar onde as coisas funcionam, onde não há hipocrisias, onde você pode ser você mesmo, e fazer o que quiser. E tire a imagem de “Disney” dos adultos da cabeça. Lá tem muito mais que isso. Tem história, tem famílias, tem crianças no parquinho, todos lidando muito bem com a característica liberal da cidade. Sem falar que é um lugar liiiindo demais. Pra mim ganhou de Florença, de Londres e até de Paris. Não há nada mais charmoso do que casinhas padronizadas e coloridas, bicicletas por toda parte e muitos canais, com barquinhos, barcos de carga, e até casas barco.

Ficamos num hotel muito bom, chamado Cordial. Bem no centro da cidade. Nossa primeira visita ao chegar, como é de se esperar, foram os famosos coffee shops. Chegamos de noite e queríamos relaxar e comer alguma coisa. A caminho encontramos sem querer a Red Light District. Famosa rua das mulheres nas vitrines. Eu até me assustei, pois elas parecem bonecas de cera e eu achei que era a vitrine do Madame Tussauds hahahaha. Até que uma das “bonecas” olhou pra mim e me chamou com o dedinho. É o tipo de coisa que não se vê todo dia. Mulheres sendo vendidas na vitrine como qualquer outro produto. Mas mesmo proibido não vai parar de existir, então é preferível que seja assim.

Fomos no Bulldog The First. O primeiro coffee shop de Amsterdam, que existia antes mesmo das drogas serem legalizadas. É muito diferente do que eu pensava, não tem pessoas loucas e drogadas subindo ma mesa e fazendo um alvoroço e sim pessoas de boa, fumando seu baseado, conversando, petiscando e curtindo uma musiquinha. Confesso que dá muita vergonha sair entrando a procura de Maconha. Nós não sabíamos se pedia no bar, ou se era em algum outro canto. Acabamos pedindo no bar e o atendente nada gentil nos disse que era no subsolo. Descemos uma escadinha e lá estava. Mais de 15 tipos diferentes da droga, com inúmeros efeitos, com seus devidos preços e quantidades. E foi assim, simples como água. Escolhemos a erva da nossa preferência num cardápio, pagamos e sentamos em uma das mesas. O grama custava por volta de 12 euros, mas variava de espécie para espécie.
104617HOAM

(foto do google)

IMG_4261

Claro que saímos de lá famintos. E o que não falta é lugar pra comer. Tem lariquinhas espalhadas por todo canto, batata frita, doces e até uma máquina de fast food. Um lugar com várias máquinas dessas que você coloca moeda, só que ao invés de salgadinhos ou guloseimas, tina croquete, hambúrguer, etc. Obviamente a comida era fresca. Atrás das máquinas tinham pessoas fritando e preparando a comida. Não comemos ali, mas era uma opção rápida e barata. Pela dica do Foursquare, chegamos no Burguer Bar. O hambúrguer de lá era apenas DIVINO. Muito molhadinho e suculento, mas era um pouco caro.
20130619-MH2A2707 DSC_2619
(fotos do site)

Depois de comer ficamos caminhando e curtindo a cidade de noite.

No dia seguinte fomos conferir a Casa da Anne Frank. O esconderijo onde ela e sua família e outras quatro pessoas judias permaneceram escondidas nos anos da ocupação nazista dos Países Baixos durante a Segunda Guerra Mundial. Pra mim foi uma experiência incrível. A história dela sempre me comove muito e é bem legal ver de perto e sentir todo sufoco que eles sentiram durante esse período lá. A entrada custou por volta de 10 euros e pra mim é um Must Go em Amsterdam. Na lojinha do museu tinham muitas versões de seu diário e biografias. Eu adorei essa daqui que era contado em forma de quadrinhos e traduzido pro português.

IMG_4270

Continuamos o passeio pela cidade. Fomos no Vondel Park, no Iamsterdam e em mais coffee shops. É claro.

IMG_4311 IMG_4312

Continuar lendo “Euro Trip – Amsterdam”

Euro Trip – Paris

Oláá ! Finalmente o post da esperada Paris. Eu estava ansiosa por ele também pois as fotos estão maravilhosas. E não tem nem como não ficar né? Os encantos dessa cidade parece que nos contagiam, nos tornando tão charmosos quanto ela.

IMG_0529

Chegamos de trem, sem nada no bolso. A entrada do meu dinheiro atrasou e a reserva do trem levou os nossos últimos euros. Fomos até o Hostel Le Regent, que tínhamos reserva, na esperança de deixaram a gente pagar no check out. Não foi o que aconteceu. Na verdade, os funcionários foram muito rudes quando souberam que estávamos sem dinheiro na hora. O pior, é que a única pessoa que poderia colocar mais dinheiro no nosso VTM (visa travel money) estava incomunicável. Ficamos sem saber o que fazer, ou pra onde ir. Pedimos pra deixar as mochilas pesadas lá, e tentar resolver a situação, fazer ligações etc, mas nem isso deixaram. Bom, acabou que eu fiquei no hostel com as mochilas e o Tom foi resolver. Ele voltou com boas notícias! Conseguimos contato e já tinha mais dinheiro na conta. Mas achamos tão rude e grosseiro o jeito que fomos tratados, que resolvemos procurar outro lugar pra ficar. Que no final, foi ótimo! Achamos um Hotel muito perto do nosso antigo Hostel, o Nation Hotel no bairro de Montmartre, pertinho do Moulin Rouge, que era ainda por cima mais barato!

Nos hospedamos e fomos passear. Resolvemos andar até o Museu d’Orsay. Andar em Paris é cansativo, mas vale muito! A cidade é maravilhosa. Só nessa andada já passamos pelos Jardins des Tuileries e pela Pont des Arts, aquela dos cadeados <3, e pelo Rio Sena, é claro.

IMG_0423 IMG_0428 IMG_0433

IMG_0441

IMG_0437

Continuar lendo “Euro Trip – Paris”

Euro Trip – Berlin

Olá gente bonita!

11034868_10205094783661987_1962381744_o

(foto do Google)

Esse post estava sendo um dilema pra mim. Eu não sabia o que falar da cidade, pois fui em janeiro, uma época muuuuuuito fria e cheia de ventos que chegam a cortar a alma. Ou seja, passei boa parte da viagem dentro do Hotel e quando saía, não tinha muita paciência de ficar tirando fotos. Então vou falar basicamente o que me chamou atenção com algumas fotos que tirei com o celular.

Uma coisa que deu pra notar no meio das escapadinhas congelantes, foi que a beleza de Berlin está nos contrastes: Ruínas e cicatrizes deixadas pela guerra, contra os arranha-céus e arquitetura super moderna. A cidade é imensa e me lembrou São Paulo.

Reservamos o Hotel “Park Inn” numa promoção doida do Booking.com. Ficamos numa localização maravilhosa. No meio da Alexanderplatz, uma das principais praças da cidade. O hotel era chiquérremos e tínhamos uma vista de cair o queixo.

IMG_3991

Chegamos e fomos logo procurar um lugar pra comer. Nosso companheiro de viagem Foursquare (aplicativo que dá dicas de lugares para comer, visitar, etc.) nos indicou uma lanchonete chamada Scheers Schnitzel que servia os famosos schnitzels alemães, que nada mais é do que bife à milanesa. 😉 O lugar é muito bacana, e undergroud. Ao som de rock alternativo você se delicia com várias opções de schnitzel com um precinho bem bacana. O moço que serve também é muito simpático e não se incomoda em traduzir o cardápio pra você (não tem versão em inglês).
Nós pedimos esse com molho Chilli em cima que era muuuuuuuuuuuuuuuito bom!

IMG_3963

E é claro, maravilhosas cervejas alemãs para acompanhar

IMG_3959

IMG_3962

O dia seguinte fomos aos principais pontos turísticos. Muro de Berlin, memorial fo holocausto, portão de Brandenburgo e ao palácio de Reichstag (#)

IMG_4038 IMG_4036

Imaginem quantos relacionamentos foram separados por causa do muro? 😦

IMG_4034

Continuar lendo “Euro Trip – Berlin”

Euro Trip – Praga

Olá galera! Dei um tempo nos posts da viagem mas cá estou de novo, pronta pra contar pra vocês sobre essa diferente cidade chamada Praga.

IMG_0387

Viajamos de Munique a tarde, chegando na cidade apenas de noite. Era véspera de ano novo e nossa viagem de trem não tinha sido das mais tranquilas, já que todas os alemães bebuns estavam no nosso trem, fazendo a “pré” lá dentro mesmo.

Nos hospedamos no Hotal Dakura, que era muito aconchegante, porém, afastado do centro.

IMG_3897

Até a gente se preparar, desfazer malas e todas essas coisas que tem que fazer quando se chega a um novo hotel, passaram-se algumas horas, e já não dava mais pra irmos pro centro ver os famosos fogos de Praga. Decidimos ficar nos arredores do hotel. Bebemos vinho e saímos, sem rumo. Até que apareceu uma família, que a gente resolveu seguir. Eles acabaram nos levando pra uma praça da vizinhança, onde as famílias se reúnem pra soltar fogos! E eles ainda competem entre si pra ver quem solta os fogos mais bonitos. 🙂

Não preciso nem dizer que depois de algumas taças de vinho aquilo virou o melhor ano novo do mundo, né? Foi muito divertido e romântico e eu nem fiquei com peso na consciência de não ter ido pro centro. 😉

Processed with Moldiv

No dia seguinte, saímos para o centro. Foi bem fácil de chegar. Tinha metrô bem pertinho do Hotel e as linhas eram bem tranquilas de serem compreendias, apesar de estarem em Tcheco.

Dentro das estações tinham essas escadas-rolante GIGANTES que pareciam não ter fim.

IMG_3859

Tava rolando uma feirinha de souveniers muito lindinha, que eu não sei se era por causa do Natal ou se tem sempre. E o melhor: Era barata!! Tinha brinquedos de madeira, roupas, quadros… Perfeita pra quem gosta de um presentinho.

Acabamos comprando um quebra-nozes e um carrosel ❤ Tudo deu 350 coroas (moeda local), 14 euros aproximadamente.

IMG_0422 IMG_3868 IMG_3869 IMG_3872

Continuar lendo “Euro Trip – Praga”

Euro Trip – Roma

DCIM100GOPRO

Aproveitando o wifi pra tentar tirar os posts do atraso!

Bom, ao saírmos de Barcelona, além do aprendizado de “não se distraia nem um segundo e tome conta das suas coisas” tivemos outro perrengue: RYANAIR… aai que empresa maldita! Tivemos que pagar uma fortuna a mais para despachar nossas mochilas. Vimos no site que era 30 euros e tentamos “passar” e levá-las na cabine mesmo, mas nossas malas eram tão grandes que tivemos que pagar 50 euros a mais pra cada mala (na hora era mais caro ¬¬) … A dor de cabeça dos vôos dessa companhia acaba não valendo o preço. Enfim, pegamos o avião e chegamos em Roma.

Chegamos de noite e ficamos catando o nosso hotel. Cada pessoa nos dava uma informação diferente e acabamos indo parar no outro lado da cidade, a pé, com malas de 10 kg nas costas…  Nós falamos o nome da rua e entenderam de outra. Resumindo, desistimos de andar e pagamos uns 15 euros de taxi até o nosso hotel, Colors. Ele era muito confortável e ficava pertinho do Vaticano.

No dia seguinte, véspera de natal, resolvemos passear pela redondeza do hotel. Fomos ao Vaticano e seus arredores,

IMG_9936.IMG_9937 IMG_9939 IMG_9940IMG_9943

Comer em Roma foi algo realmente difícil. Todo canto dizia-se “cozinha italiana”, mas não eram nada demais. Eu faço uma massa mais gostosa do que aquelas que eu comi lá…Sem falar que tudo custava uma fortuna, e o azeite, o sal os guardanapos, tudo medido e regrado… Muito irritante! O único lugar que achamos que valia a pena mesmo era uma doceria escondidinha, quase secreta, que achamos no foursquare (que tem salvado a gente nessa trip). Chama-se Dolce Maniera e era muuuuuuuuito barata! Sério gente! 30 cents um croissant de chocolate!! Compramos também um Panetone IMENSO por 5 euros ❤

IMG_9934 Continuar lendo “Euro Trip – Roma”

Euro Trip – Barcelona (Parte 1)

Olha eu aqui de novo com 5 cidades de atraso! Vamos ao que interessa. O que falar desse lugar que mal conheço mas já considero pakas? Hahaha

A primeira impressão que tive ao chegar em Barcelona foi: Que cidade glamurosa! Isso principalmente por causa da rua Passeo de Gracia, que concentra as grifes mais caras e famosas do mundo, como Chanel, Louis Vuitton, Red Valentino, e etc.

Chegamos a noite, e tudo estava enfeitado para o Natal. As ruas cheias e iluminadas deixavam o clima ainda mais charmoso.

Nos hospedamos no Hostel Grácia City que, apesar dos quartos pequenos, era muito aconchegante: cozinha bem equipada e um café da manhã simples mas gostoso, com pão, croissant, geléia, manteiga, sucos, chás e café. A localização era boa também! Não era no centrão, mas dava pra andar tranquilamente até as principais atrações da cidade e apenas a 5 minutos da estação de metrô.

Depois de nos instalarmos, saímos a procura de algo para comer. A maioria dos restaurantes estavam fechados e os preços eram bem salgadinhos. Paramos num Bar em que tinham uns petiscos pequenininhos que você pedia a unidade. Eram gostosos, mas nada demais. E levando em conta a fome que estávamos e o preço do petisco (entre 3 e 5 euros), decidimos procurar outra coisa e acabamos numa lanchonete que vendia paninis e sanduíches imensos e muuuuito gostosos.

IMG_3470

O dia seguinte começou com a visita a La Catedral. Fomos andando até lá, conhecendo aos poucos cada parte da cidade.

Muffim do Starbucks de café da manhã ❤

IMG_3472

IMG_9775IMG_9774 Continuar lendo “Euro Trip – Barcelona (Parte 1)”

Euro Trip – Lisboa (Parte 2)

Para ler “Euro Trip – Lisboa (Parte 1) clique aqui

Socorro genteeeeee! Já to mega atrasada com os posts…Mas a conexão com internet tá mesmo difícil e eu juro que to fazendo o possível pra manter vocês atualizados.
Agora vamos lá: Lisboa parte 2 😉

Assim que o Thom chegou aqui, fomos direto para o shopping Colombo, almoçar e comprar roupitchas de frio na Primark (Loja muito conhecida aqui na Europa por suas peças descoladas com preços muito muito baixos). Almoçamos no Chimarrão de novo, porque arroz e feijão ❤ né? Hahahaha

A turistada mesmo começou quando fomos à mais famosa padaria da cidade, comer pastéis de Belém. Eu nunca tinha comido e genteeeee, é muito gostoso! Dá vontade de comer milhões *-* Pra quem não sabe, é uma massinha foleada com recheio de “ovos”, tipo quindin. É bem crocante e ainda tem um açúquinha com canela em cima . ❤ A melhor parte é que o lugar, apesar de ser pra turista, não tem preços abusivos. Cada pastel custou 1,05 euro.

IMG_3561 Continuar lendo “Euro Trip – Lisboa (Parte 2)”