Look do Dia: Halloween

Hellooooo!

halloween 006

Outubro chegou e como eu não podia perder tempo já arranjei desculpa pra me fantasiar para o Dia das Bruxas. Adoro essa vibe de comidas e decorações temáticas, então sempre fico animada nessa época do ano.

A princípio a ideia era me fantasiar de Hades versão Disney (Hércules), mas no meio do caminho acabou virando Filha Hipster do Hades, e gostei ainda mais.

1

Fonte

halloween 009

Aliás, quero adotar esse look de coquinhos azuis pro meu dia a dia. ❤

halloween 018

halloween 007 halloween 017

Comprei o spray azul da marca Aspa Color, e achei ele muito bom. Mas se o cabelo tiver química ou for muito claro, mesmo sendo lavável, a tinta pode manchar um pouco.

“Olympus would be that way.”

olympus halloween 004

Vestido: John John Denim
Botas: Arezzo

halloween 025

Até o próximo look! 😀

Comendo na Disney!

IMG_0253

Hoje resolvi juntar dois dos meus assuntos preferidos em um post só: comida e Disney!

Fui para a Disney pela primeira vez em 2008, com 13 anos e em excursão, então a minha impressão sobre a comida não foi das melhores. Não aguentava mais comer hambúrguer e pizza! Mas dessa vez, quando voltei em Janeiro, a história foi diferente. Fui com minha família e sem aquela correria de excursão (e com mais dinheiro também né), então deu para aproveitar muito mais.

Como só pensei em fazer esse post quando voltei de viagem, ele vai ficar um pouco defasado na questão de imagens (já que não tiro foto de tudo que como). Mas vale as indicações!

OLIVE GARDEN

Não conhecia até então e só fui por indicação de uma amiga. É um italiano suuuper fofinho! Fui muito bem atendida e a comida era uma delícia.

8984 International Drive
Orlando, FL 32819

IMG_0979 IMG_0980 IMG_0982

(fotos do celular)

DSC07210

EPCOT: Pavilhão da Noruega

O plano a princípio era comer no México ou na Itália. Mas eu não sou muito fã de comida mexicana e estávamos meio longe da Itália e morrendo de fome. Então acabamos na Noruega, e que surpresa boa! Comemos uns sanduíches grandões que estavam uma delícia (o meu foi de Rosbife com cebolas caramelizadas). E apesar de não ter comido as sobremesas, elas pareceram maravilhosas. Cada uma mais bonita que a outra!

600-norway-Kringla

(foto tirada do www.wdwinfo.com )

DSC07296

ANIMAL KINGDOM: África

Achei que seria um problema almoçar no Animal Kingdom, mas a África me surpreendeu. Almocei no Tamu Tamu Refreshments, e apesar da porção parecer pequena, foi o suficiente para acabar com a minha fome desesperadora. Comi um Chicken Curry com Jasmine Rice e um pãozinho muito bom. O único problema é que eu achei a comida um pouco pesada e passei o dia inteiro com o gosto do molho na boca (pelo menos o gosto era bom).

http://www.disneyfoodblog.com/2013/12/09/news-and-review-animal-kingdoms-tamu-tamu-refreshments-new-menu/

Animal-Kingdom-Tamu-Tamu-Refreshments  comidas

(fotos tiradas do site da disney também)

ISLAND OF ADVENTURE: Três Vassouras!

Esse foi provavelmente o parque mais esperado da viagem, e é claro que eu não poderia deixar de almoçar no Three Broomsticks! O restaurante tem lugar pra umas 500 pessoas e a comida sai bem rápido. Achei curioso que eles não vendem Coca-Cola e outras bebidas do mundo “trouxa”. E os pratos também são diferentes do comum. Almocei Fish and Chips (peixe com batata frita, refeição britânica clássica, afinal, estava na Inglaterra, não é? 😉 ) – muito gostoso por sinal – mas tinha várias opções: Turkey Leg (Turkey é peru, e tem isso em todo canto da Disney), milho com frango, costela de porco e saladas.

DSC07613

DSC07616

DISNEY HOLLYWOOD STUDIOS: The Hollywood Brown Derby

Esse foi um dos dias mais frios da viagem e, além de tudo, estava chovendo. Então queríamos uma comida quentinha em um lugar fechado. E foi assim que escolhemos o Brown Derby. Apesar dele ser mais caro que os sanduíches e termos esperado 45 minutos para conseguir mesa, valeu muito a pena. Comemos um Fettuccine Alfredo (The Original Fettuccine Alfredo – topped with prosciutto brittle and parmigiano-reggiano $17.00; Add Chicken $4.00; add shrimp $5.00) maravilhoso num restaurante que era uma gracinha (inspirado num dos restaurantes antigos famosos de Los Angeles). Minha tia pediu para adicionar os camarões e vale uma observação: só vieram 4 camarões mas, segundo ela, foram os melhores da vida. Eu pedi frango e achei muito bom também. Esse restaurante fica perto do Chapéu e do Show da Pequena Sereia!

(Menu: http://allears.net/menu/menu_bd.htm)

IMG_0572

SWEET TOMATOES

Esse restaurante foi uma das melhores surpresas da viagem, e achei uma pena não ter voltado lá. É um self service de salada, mas com outros vários pratos incluídos. Explicando: você paga um preço fixo, monta a sua salada e ainda pode pegar sopas, massas e sobremesas que já estão inclusas no preço pago. A sopa que eu comi estava maravilhosa e conseguiu me aquecer depois da noite mais fria que passei. Tudo muito arrumadinho e gostoso!

Screen Shot 2014-02-09 at 10.33.11 PM

(foto tirada de www.orlandoinformer.com)

HARD ROCK CAFÉ

Acho que quase todo mundo conhece o Hard Rock Café né? Música boa tocando o tempo todo, artigos de músicos famosos e comida boa. Joguei a toalha e pedi o hambúrguer principal com batatas porque ninguém é de ferro. Vale dar uma voltinha pelo restaurante para ver os figurinos e vestígios musicais interessantes!

PS: Gostaria de chamar atenção para as minhas bochechas vermelhas por causa da comida apimentada!

Universal City Walk

IMG_1112   IMG_0412

IMG_0409

DOWNTOWN DISNEY: Earl of Sandwich

MELHOR SANDUÍCHE DA VIDA. Estava frio (pra variar) e por isso fazíamos questão de comer em um lugar fechado no Marketplace do Downtown Disney. Sério, o sanduíche tava absuuuuurdo de bom. Eu e meu pai pedimos o italiano e minha mãe e minha tia o original, que é de rosbife. Não resistimos  e pedimos outro para dividir!

1750 E Buena Vista Dr
Lake Buena Vista, FL 32830

Earl of Sandwich

(foto tirada de www.themouseforless.com )

Screen Shot 2014-02-09 at 10.28.58 PM

(foto tirada de meetthemagic.com )

PS: Não deixem de comer esse biscoito da primeira foto, ele é feito com arroz e chocolate, amo de paixão!

Frozen e “Hora de Viajar”

Imagem

Hoje, finalmente, fui assistir Frozen no cinema. A história é baseada em “The Snow Queen” do Hans Christian Andersen, que escreveu várias das minhas histórias prediletas: A pequena sereia, O patinho feio, A nova roupa do rei, e a pequena vendedora de fósforos! Confesso que (ainda!) não li o conto, então não sei dizer até onde é criação literária e o que botaram de novo. O filme mostra duas irmãs, Elsa e Ana, que são muito amigas. Mas Elsa tem um poder que começa a fugir do seu controle e, pra proteger as meninas, os pais resolvem isolar Elsa (sempre sendo muito amorosos e cuidadosos com ela). Só que um dia os poderes saem realmente de seu controle, e ela acaba transformando o verão em inverno e foge para longe. Sua irmã Anna vai atrás dela para consertar tudo isso, e a história vai desenrolando.

Eu estava animadíssima e ainda assim o filme superou minhas expectativas. Nos primeiros minutos já me apaixonei por Elsa, a rainha de gelo, e ela não me decepcionou. A trama termina do jeito que eu estava torcendo (sem spoilers!) e o boneco de neve Olaf, que eu tinha quase certeza de que não ia gostar, me surpreendeu! Ele é uma fofura de personagem e suas piadas são realmente divertidas! Os figurinos, a animação e os cenários são maravilhosos! As construções de gelo são completamente apaixonantes. Quanto a trilha sonora, eu sou suspeita para falar pois sempre prefiro em inglês (na verdade com algumas exceções, como Mulan), e no cinema não tinha essa opção. Então, é claro que fui procurar o “soundtrack” no youtube comparar os dois, e minha conclusão foi: particularmente, eu prefiro em inglês mesmo, mas o português não deixa muito a desejar.

(Só let it go na voz da Idina Menzel que eu não consigo SUPORTAR, sorry girl)

Para ver a trilha sonora em inglês entrem no link aqui embaixo \/ .

Inglês: http://www.youtube.com/watch?v=6xwyQsyUpTs

Imagem

**A partir daqui eu vou encher de spoilers.**

Logo no início, a sutileza com que mostram a morte dos pais das meninas é linda, o véu preto no quadro, e todo aquele fading. E levei um susto com a chuva na tempestade! Ver em 3d valeu muito a pena. Também gostei muito da forma que constroem a “fortaleza de gelo” da Elsa, mostrando o afastamento dela e como pouco a pouco vai congelando tudo ao seu redor. O que é a escada e o castelo de gelo que ela constrói! O vestido, o cabelo, a capa de gelo! E Elsa, obrigada por não abençoar aquele casamento, senão eu ia vomitar. Mais um motivo pra amar essa musa. Acho que esse o único pedaço que eu realmente não gostei foi a música da Anna com o “noivo” dela, mas o final salvou. Aliás, tava torcendo pra ser a Elsa que ia salvar a Anna e bem, obrigada Disney!

Imagem

Agora, outra coisa que me surpreendeu MUITO, foi o curta que aparece antes do filme! Mickey Mouse  “Hora de Viajar” é maravilhoso!!!! Quando começou achei que fosse ser mais um daqueles curtas do Mickey, com humor bobinho e tal, que confesso que não gosto muito. Mas quando os personagens começaram a sair da tela e entrar no 3d eu fiquei louca! Um show de criatividade e dominação da animação.  Já estou na torcida do Oscar de melhor melhor curta de animação!

Imagem

Tatuagem

Hoje vim contar pra vocês sobre minha experiência com essa arte tão maneira. Sempre fui viciada em tatuagem! Desde criança eu amava ver, miami ink, LA ink e sonhava em completar logo 18 anos pra poder rabiscar um pouquinho minha pele. Pra infelicidade de meus pais, rs.

Hoje estou cá pros meus 20 anos e já na minha terceira tatuagem. Fiz minha primeira aos 18 mesmo, assim que ganhei meu primeiro cachêzinho com teatro.

Fiz um desenho gráfico do Chase and Wonder chamado ”She Rides Above it”. Estava a procura de um balão, mas com um q de diferente, e assim que vi essa arte, não resisti e corri pra um estúdio pra grava-la em minha pele.

A descrição do desenho era a seguinte : “She rides above it’ is an absolutely beautiful screen-print that reminds us that it is best to ride above all of the strains of modern life. It is much more fun up in the clouds!”

Image

Achei um amor, e juntei ao meu significado pessoal para um balão. Pra mim ele representa a harmonia entre o emocional e o racional, pois ao mesmo tempo que está nas nuvens, tem sempre o homem para aterriza-lo e firmar os pés no chão.

Aos 19, comecei o traçado do meu filtro dos sonhos.

“Um apanhador de sonhos é um adorno de origem indígena de tribos norte-americanas. De acordo com uma das lendas da tribo “Ojbwe”, ou “Chippewa”, o apanhador de sonhos servia para filtrar o ar ao cair da noite pois neste momento o ar estava carregado de energias – sonhos e pesadelos, ambos trazendo mensagens –, e a ferramenta mística feita artesanalmente com objetos da natureza filtrava o ar, deixando que os sonhos bons pudessem passar e prendendo as ruins na “teia”.

Segundo outra velha lenda, em um tempo em que havia apenas escuridão no mundo, um velho xamã “Sioux”, que vivia no sudoeste norte-americano buscava pela visão no topo de uma montanha, se comunicou com o espírito mágico “Iktohmi”, que possuía a forma de uma aranha. Durante o diálogo, a aranha pegou um cipó e teceu uma teia com cabelo de cavalo e oferendas. Enquanto isso, o espírito falava do nascimento à morte e as forças que atuam sobre a humanidade, sendo boas e ruins, e que a força atuaria sobre sua vida conforme seus desejos e anseios interiores.

No xamanismo a essência desta mandala tem a função de evocar criatividade, imaginação, atração de sonhos para a realidade, e também serve para clarear a visão sobre a “teia da vida”, entre uma série de energias boas para a pessoa que tem um filtro ou apanhador. No filtro dos sonhos o círculo representa o ciclo da vida, a teia são os sonhos que tecemos e as energias existentes no mundo, também podendo conter pedras místicas e/ou penas o ar ou a respiração. Levando em conta que cada um busca um significado individual para sua tatuagem, normalmente quem escolhe tatuar um apanhador de sonhos busca proteção, cura e espantar os males que estão à volta, tendo por perto apenas boas energias e bons sonhos.”

Image

Esse foi o desenho que meu tatuador fez pra mim, melhor não dava pra ficar né? ❤

Image

Aqui ela já pintadinha e linda.

Ontem, resolvi finalizar o ano com chave de ouro e  tatuar um desenho que eu fiz pra  oficializar a paixão que tenho pelo ratinho mais simpático e mágico da história. Fiz uma tattoo em homenagem ao Mickey Mouse sim! Homenagem a infância que nunca deve morrer dentro de nós.

Image

Image

Image

Dói um bocado, a que mais doeu foi a da perna. Em ordem de dor: Filtro, balão e Mickey.

Quando eu ficar velha, eu vou ter tatuagens velhas e não, eu não to preocupada com isso.

Se vou me arrepender ou não? Vai saber, eu espero que não, rs.

Tattoo é algo que tem que ser pensado, mas se você pensar demais você não faz, hahaha. Não a deixe de fazer porque você acha que seus pais não vou gostar, ou porque você acha que vai se arrepender no futuro. Tatuagem acaba sempre sendo bastante emocional, e independente do seu jeito de pensar mudar ou não depois de um tempo, ela vai marcar uma época, mesmo se for uma época de fazer besteiras, rs. É como uma cicatriz.

Aqui vão, algumas rasões pelas quais você não deve fazer uma tatuagem, escrita pelo Saillor Jerry, tatuador old school.

Image

Morô? hahaha espero que tenham gostado.