Zugspitze – O topo da Alemanha

Esse na verdade foi o último destino da viagem mas, como estou empolgadíssima para falar sobre esse lugar, vai ter post antes dos outros!

A montanha Zugspitze fica nos alpes da Bavária, e dá pra fazer um bate e volta direto de Munique. Ficamos divididos entre visitar o castelo Neuschwanstein e o topo dessa montanha, que é a mais alta da Alemanha. No fim, optamos pelo segundo.

Fiquei apaixonada pela região Garmisch-Partenkirchen, lugar por onde acessamos o Zugspitze. Minha nova viagem dos sonhos é ficar hospedada no extremo sul da Alemanha, vendo as casinhas, os lagos, visitar o Neuschwanstein e aproveitar a comida da região, que é incrível!

Confesso que estava meio preocupada com o trajeto de Munique. Vi algumas dicas na internet mas, como o novo teleférico é muito recente, fiquei na dúvida se teria alguma diferença. Acabou que foi bem fácil: Pedimos informação na estação de trem, e lá mesmo compramos o pacote combinado do trem pra Garmisch-Partenkirchen e todo o trajeto até o topo da Montanha (ida e volta). O total foi por volta de 65 euros por pessoa.

A viagem de trem durou pouco mais de uma hora. Saltamos na estação Garmisch-Partenkirchen e seguimos as indicações até outro trem. Não tem como errar, já que é muito bem sinalizado. Trocamos o nosso voucher pelos tickets do Zugspitze (foto abaixo), e de lá fomos até o alto – passando por dentro da montanha – para pegar o teleférico até o pico.

É possível saltar antes na estação Eibsee, e pegar o teleférico que sai lá de baixo. Mas, como chegamos tarde, decidimos deixar o lago Eibsee para a volta.

1

Pegamos o ticket e fomos até trem para subir o Zugspitze

Chegamos de trem cremalheira em uma parte aberta (frio!) com uma vista linda! Acho que gostei até mais do que o topo, na verdade, já que tem contato direto com a montanha.

IMG_8396

Essa parte costuma ficar coberta de neve mas, como fomos no verão, só vimos uns montinhos aqui e ali. A vantagem de ir nessa época do ano é que as chances de conseguir enxergar a vista são maiores! Por outro lado, no inverno é possível esquiar.

IMG_8407

IMG_8384-2

Uma capelinha no meio da montanha

De lá pegamos o teleférico e chegamos no topo da Alemanha!

Lá em cima tem uns 3 andares e vários caminhos dando em diferentes lados da montanha (fechados e abertos). Confesso que fiquei meio zonza com tanto sobe e desce, vai pra lá – vai pra cá. Acho que eu estava numa ansiedade de ver tudo logo que também não ajudou. Por isso minha dica é: chegue cedo e faça as coisas com calma.

Tem vários restaurantes lá em cima, então dá pra sentar e relaxar. Aliás, na parte da “varanda” do restaurante, as pessoas dão comida para os corvos, que já fazem fila!

IMG_8434

Para quem quiser ter um pouco mais de contato com a montanha, dá pra subir numa parte aberta. Eu não subi (porque além de não estar com sapato adequado não estava afim de emoção) mas o Miguel subiu, e aproveitei para tirar algumas fotos dele.

IMG_8423

Montinho de neve e a montanha atrás

IMG_8422-2

A gente passa nervoso com o mozão aventureiro mas não perde a oportunidade de tirar fotos legais hahah 😀

IMG_8445

IMG_8444-2

Eu tirei UM ZILHÃO de fotos e mesmo assim não vou conseguir mostrar tudo. Queria ter até tirado menos fotos hahaha acho que exagerei…

Como eu disse, os mirantes da montanha têm vários andares e acessos. Inclusive, um dos lados é do Tirol:

IMG_8484-2

Bem-vindos ao Tirol

IMG_8464-2

Mais fotos:

IMG_8425-2IMG_8477-2IMG_8455-2IMG_8424-2IMG_8481-2IMG_8468-2

Adorei esses posters que estavam em um dos restaurantes:

IMG_8489-2

Descemos no último teleférico (por volta das 17h e pouco) e fomos correndo ver o Eibsee. Bateu um forte arrependimento de não ter chegado mais cedo e levado toalha para nadar. Vai ter que ficar para a próxima. 🙂

IMG_8500.jpg

IMG_8521IMG_8524IMG_8526IMG_8527

Eu já desconfiava que tinhamos perdido o último trem que levava de volta para estação de Garmisch-Partenkirchen, mas quis olhar o lago mesmo assim. Acabou que realmente perdemos o trem, mas era possível pegar o ônibus com o mesmo ticket. Gott sei Dank!

Pegamos o ônibus, chegamos felizes (mentira que eu tava bem tensa) e fomos procurar um lugar pra comer. No fim valeu a pena atrasar, já que a comida do restaurante que escolhemos foi a melhor da viagem!!

Finalmente consegui provar o famoso Käsespätzel, e o prato (alguma parte do porco com Kartoffelknödel) do Miguel também estava delicioso. ❤

comida

Conseguimos voltar pra Munique e deu tudo certo! Demos muita sorte de conseguir subir a montanha em um dia de céu limpo. Havia algumas nuvens lá em cima, mas não atrapalhou muito pois com o vento elas ficavam mudando de posição toda hora.

Li por aí que a montanha Wankberg também é uma ótima opção, e tem vista para o Zugspitze! Outra que não deixa nada a desejar (essa eu fui!!) é a Kehlstein. Inclusive, já tem até post aqui no blog. 😀

Em breve teremos mais posts de viagem! Fiquem ligados. 🙂

Anúncios

Carolina do Sul – Estados Unidos

Ta aí um lugar que nunca achei que visitaria! hahah Fui visitar minha família e aproveitei pra tirar fotos pro blog. 🙂

A cidade que passei mais tempo foi Bluffton. Segundo a história que ouvi, a maioria dos habitantes da cidade são aposentados (tem até um condomínio para maiores de 55 anos!) que cansaram do frio das cidades do norte, e foram pro lugar onde passavam as férias: Hilton Head. Uma cidade turística com praia! Mas chegando lá descobriram que era muito caro para morar, e acabaram na cidade vizinha: Bluffton! hahah

IMG_7329

The Church of the Cross

O primeiro lugar que visitei foi a igreja The Church of the Cross. Ela foi construída pelos senhores das plantações (plantavam algodão e arroz), e durante a Guerra Civil foi abandonada. As janelas quebraram, o teto começou a ter vazamentos, e as abelhas invadiram o lugar. Quando voltaram para reformar a igreja, contrataram um profissional para tirar as abelhas, e hoje em dia vendem um “mel sagrado” (Holy Honey), produzido pelas abelhas originárias das que habitavam a igreja.

IMG_7336

“Holy Honey”

A cidade (na verdade acho que a maior parte do estado da Carolina do Sul) é cortada por muitos rios e riachos!

IMG_7339IMG_7346

A casa da foto aqui embaixo se chama Seven Oaks, e foi construída por volta de 1850.

IMG_7351

A cidade toda é completamente diferente do Rio de Janeiro. Só a diferença de população já é gritante! Segundo o Wikipedia, em 2016 Bluffton tinha 18.897 habitantes, enquanto que em 2010 o Rio de Janeiro tinha 6,32 milhões de habitantes!

Bluftton não tem prédios, e o comércio e condomínios estão basicamente na rua principal, a US-278. Outra informação curiosa é que a lei obriga a deixar uma margem de árvores antes das construções, então a rua é cercada de árvores! Ah, e Bluffton não é para pedestres. Até para ir até a esquina é preciso pegar o carro.

IMG_7358

IMG_7357

Os condomínios são enormes, e alguns tem até cavalos e golfe! hahah As casas são lindas, tudo é super cuidadinho, e até o pôr-do-sol é tão perfeito que parece um cenário de filme.

IMG_7483

Juro que editei pouquíssimo essa foto!

Como eu queria dar um pulo da Urban Outfitters, aproveitamos para visitar Charleston, uma cidade na Carolina do Sul que fica a umas 3 horas de Bluffton.

No caminho passamos pela Old Sheldon Ruins. A igreja foi construída em 1753, e queimada duas vezes. Uma pelos ingleses em 1779 na Guerra Revolucionária dos Estados Unidos, e outra em 1865, na Guerra da Secessão.

IMG_7428

IMG_7434

IMG_7442

IMG_7452

Charleston foi uma ótima surpresa! Apesar de ficarem no mesmo estado, Charleston é muito diferente de Bluffton. Como tem vários colleges pela cidade, Charleston é uma cidade com muitos jovens. A arquitetura é uma graça, a King Street tem umas lojas muito legais, e dá até pra andar a pé!! hahaha

IMG_7478

Algumas lojas da King Street: Lush, Urban Outfitters, William-Sonoma, Apple

É impossível não encontrar a Urban! hahaha Quando entramos lá e olhamos para cima, percebemos que a loja foi construída em um antigo teatro! Muito legal!

IMG_7479

Aqui vão algumas fotos de Charleston:

IMG_7465

Chegando na cidade!

IMG_7467

Charleston Yacht Club

IMG_7469

IMG_7470

IMG_7472

IMG_7473

IMG_7475

Nossa visita a Charleston foi meio corrida porque tínhamos que voltar enquanto ainda estivesse sol. De noite muitos veados atravessam as ruas correndo, e o risco de acidente aumenta. Espero voltar um dia para conhecer melhor!

Até mais! 🙂

4 anos! (e muita nostalgia)

Minha história com blogs começa láa em 2003/2004, com o Blogger e o zip.net. Nem lembro sobre o que eu postava na época, e sei que não postava com muita frequência (ainda mais porque eu não tinha câmera, e a internet era horrível!), mas lembro que minhas melhores amigas também tinham blogs, e que usávamos muitos gifs brilhantes!  hahah Tínhamos até um blog compartilhado!

IMG_7145

Depois disso, em 2005 eu mudei para o Fotolog (porque eu era hipster demais para usar Flogão), e comecei a postar fotos mais pessoais… lembro que postei até foto da minha primeira apresentação de nado sincronizado! Ele foi deixado de lado por um tempo, mas em 2008 voltei e comecei a usar como um “diário aberto”, para lembrar das coisas que eu fiz, e guardar fotos. E foi assim até 2013, quando anunciaram o fim do Fotolog.

A partir daí migrei para o WordPress, e aqui estamos, comemorando o 4º aniversário desse blog!!

IMG_7153

IMG_7160
Homens-biscoito!

DCIM100GOPROGOPR4245.

Esse ano fiquei um pouco afastada por falta de tempo, e não tive super viagens para compartilhar. Mas já tenho alguns planos para o ano que vem. Qual será o próximo destino?! 😀

DCIM100GOPROGOPR4246.

Não é à toa que esse post de aniversário não teve balões, e foi fotografado em um cenário natural. Tenho procurado diminuir o lixo que eu produzo, e esse é o tipo de coisa que quero compartilhar com vocês. (Além de muitas fotos, é claro!!) Ano que vem estarei aqui, cada vez mais preocupada com a relevância do meu conteúdo.

IMG_7186

❤ ❤ ❤

IMG_7191-2

4 velinhas ❤

Obrigada mamãe e Miguel por me ajudarem a produzir esse post, e a todos que me acompanham!

Beijos!

Room tour

Nem acredito que finalmente terminei de decorar o meu quarto!

Foram uns 6 anos ajeitando uma coisinha aqui e ali, e foi preciso um empurrãozinho do meu namorado arquiteto pra concluir tudo. 🙂

https://www.instagram.com/marketarquitetura/

Eu queria muito ter nichos, mas não conseguia decidir em qual parede botar. Então ele fez um teste no computador, e resolveu minhas dúvidas!

projeto quarto

Para quem não sabe como funciona contratar um arquiteto, é mais ou menos assim:

Primeiro ele vai visitar o local, ver os seus gostos e necessidades, e então vai fazer a planta baixa, para ver onde vão ficar os móveis, onde passam os fios e canos, etc. Se esse projeto for aprovado, passa para o 3D (esse aqui de cima), para ver os detalhes.

A obra pode ser feita com os fornecedores dele, ou com os seus de confiança. O contrato já inclui 3 visitas à obra, mas pode optar por um acompanhamento.

A princípio eu ia pintar de cinza, mas preferi manter a cor original (Leite com Café – Suvinil). Nesse post dá pra ter uma ideia de como era antes. 🙂

IMG_8962

Tenho o maior orgulho dessa parede verde água (Jóia de Netuno – Coral)! Eu que pintei, e deu o maior trabalho. Aconselho a usar a fita de pintar parede da 3M que é ótima! Comecei usando outra, e tive que ajeitar com o branco porque vazou.

IMG_7051

Outro orgulhinho é essa mini Gallery Wall!

As 3 molduras maiores eu já tinha, e só precisei comprar spray dourado para pintar uma delas.

IMG_7052

IMG_7080

Meu namorado desenhou o Totoro, e a menina pisciana eu comprei no Bendita Coletivo

IMG_7081

Uma amiga (babi) pintou esse mapa em aquarela

IMG_6923

O lettering em aço é da Amanda Mol

IMG_6926IMG_6928IMG_6972IMG_7040IMG_6895

Descobri que velas aromáticas são a melhor coisa do mundo e agora quero encher meu quarto de velas hahahaha

IMG_7024IMG_6890

Eu mandei fazer os nichos em uma madeireira perto de casa, e cada um custou 50 reais.

Minha tia fez a bandeirinha com uns restos de algodão cru do meu aniversário! Acho uma maneira super fofa de usar pins e bottons na decoração.

IMG_6963IMG_6993IMG_6893

IMG_7045

Almofada da Coraline!

IMG_6929

IMG_6938

HQs e lembrancinhas de viagens

IMG_6943IMG_6964

IMG_7019

Merida ❤

IMG_7069

Clássicos Zahar

Eu amo que cada detalhe foi pensado e feito com carinho: desde o projeto, até a pintura e os quadros!

Até o próximo post. 🙂

Tattoos novas

Boatos de que eu perdi o controle e resolvi fazer 4 tatuagens em menos de 1 ano. Tá bom que nem é taaanto assim, mas espero não fazer mais posts sobre tatuagens esse ano hahah. O primeiro passo pra superar um vício é assumi-lo, né?

A primeira delas na verdade nem é nova, porque eu fiz em novembro, e em dezembro voltei para fazer umas modificações. Mas como eu ainda não tinha postado ela por aqui, resolvi acrescentar no post.

Eu fiquei bastante tempo tentando achar um desenho que me agradasse, e aí junto com o tatuador Gabriel Bilotta surgiu essa aí.

IMG_6541

O significado é um pouco óbvio, eu acho, mas muitas pessoas não devem saber que eu estudo Produção Editorial, que é um curso em Comunicação Social sobre produção de livros. Desde criança os livros estiveram muito presentes em minha vida, e me influenciam fortemente.

IMG_6635

A segunda é uma frase da música Northern Downpour, da minha banda preferida Panic! at the Disco.

O início da música diz:

If all our life is but a dream
Fantastic posing greed
Then we should feed our jewelry to the sea
For diamonds do appear to be
Just like broken glass to me

Como não rolava tatuar tudo isso, escolhi só “We should feed our jewelry to the sea“.

terceira tatuagem é uma homenagem ao meu hamster Ernesto. ❤
O desenho é inspirado na série de quadrinhos Os Pequenos Guardões, e adaptado pela tatuadora Carol Munhoz.

IMG_6572IMG_6593IMG_6612IMG_6617IMG_6581.jpgIMG_6610IMG_6611IMG_6619IMG_6623

A quarta e última tatuagem (que na verdade é a segunda na ordem cronológica) é uma tatuagem da amizade. ❤

Milagrosamente entramos todas em acordo, e decidimos fazer uma flecha. 🙂

_DSC2828

Instagram dos tatuadores:

Livro: Gabriel Bilotta
Frase e Flecha: Marcio Mumia
Ratinho: Carol Munhoz

Até mais! ❤

Fim de semana em Petrópolis

Oi gente!

Na verdade esse post não fala sobre as atrações turísticas de Petrópolis como a Quitandinha, Palácio de Cristal e Museu Imperial. Acabou que fizemos uns passeios diferentes, e não sobrou tempo pra ir nos clássicos. Mas as vistas da serra e as aventuras gastronômicas valeram!

No primeiro dia queríamos ir no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, mas o gps nos mandou para um outro lugar que não tinha nada a ver! Hahah O que acabou sendo bom porque o Parque demanda mais tempo, e não daria para aproveitar direito.

Até tinha uma vista bonita, mas como estava muito nublado não tirei muitas fotos da serra. Aproveitei pra fotografar uma vibe meio filme de suspense! 😀

IMG_5614IMG_5602IMG_5599IMG_5606IMG_5610

De noite fomos conhecer a Fábrica da Bohemia, que era bem em frente ao nosso Hostel! (Pro post não ficar enorme não vou postar as fotos do Hostel, mas vale a pena pesquisar o Um Hostel ou olhar no meu Instagram!)

Adorei aprender mais sobre cervejas, e se você for sem comer dá até pra sair bêbado do museu hahaha Foi tão divertido que até esqueci de tirar fotos, só tirei essas duas no terraço:

IMG_5664IMG_5672

E essa do nosso Schwein Burger e deliciosos bolinhos de cevada:
(Vocês não acham que tinham que botar o Darth Vader nessa Bohemia Imperial??)

IMG_5678

No dia seguinte fizemos a trilha do Morro do Bonet. São de 40 minutos a 1 hora de subida íngreme. Eu que sou sendentária fiquei morta, mas pra quem tem um mínimo de preparo físico é mais tranquilo! E a vista vale muito a pena!

IMG_5709IMG_5726IMG_5743IMG_5786

Lá perto fica o restaurante Trutas do Rocio. A comida é maravilhosa, e as trutas são criadas lá mesmo. O preço é um pouco salgado (por volta de R$: 60,00 o prato individual), e precisa fazer reserva, mas vale muito a pena!

IMG_5797IMG_5807

IMG_5813

Trutas com amêndoas

IMG_5818

Amiguinho ❤

Pra nos despedirmos da Serra fomos na Praça de São Vicente. Dá pra pular de Asa Delta, mas ficamos só no chão mesmo.

IMG_5835IMG_5839IMG_5853

Espero que gostem das fotos! ❤

 

Look des Tages

Oi, gente!

Tenho andado meio desanimada para postar (e minha internet também não tá ajudando), mas já selecionei alguns temas pros próximos posts! E pra matar a saudade daqui resolvi postar as fotos que tirei testando o mousse modelador e o batom nude vitoria da Eudora (minha tia está revendendo os produtos!).

IMG_5407IMG_5449IMG_5459IMG_5355.jpgIMG_5450IMG_5451IMG_5465

Até a próxima 🙂