Frankfurt e Darmstadt – Alemanha

Demos um pulinho em Mainz, mas já voltei com a ordem dos posts! Frankfurt foi o nosso quarto destino, e definitivamente um dos preferidos! Talvez porque foi quando a primavera começou a realmente “dar as caras”, e tivemos dias quentes e floridos! Além disso, pelo que falavam da cidade eu esperava encontrar vários prédios e pessoas agitadas, mas o que eu vi foi um lindo contraste entre as antigas construções e alguns poucos prédios, e nada de gente agitada!

Mais umas vez chegamos de noite e ficamos só no hotel, mas no dia seguimos demos uma rápida volta pelo centro da cidade e já seguimos para conhecer Darmstadt, uma cidade que fica bem pertinho de lá. Ficamos no hostel Jugendherberge Frankfurt. A localização e o quarto eram ótimos, tinha café da manhã e ainda nos demos o luxo de ter banheiro no quarto!

1

Em Darmstadt nós ficamos bem pouquinho mesmo, só passando pela Mathildenhöhe, onde fica a Igreja Ortodoxa Russa.

IMG_5787

15

IMG_5793

IMG_5796

Quando voltamos para o hostel ainda estava sol e quente, então botei um vestido e saí correndo para aproveitar o fim do dia!

IMG_5811

Solzinho na beira do famoso rio Main!

IMG_5812

Atravessando a Alte Brücke.

IMG_5815 IMG_5814

Vista da janela do hostel!

IMG_5824 IMG_5825 IMG_5827 IMG_5829 IMG_5830 IMG_5832

IMG_5839 IMG_5842IMG_5843

IMG_5846

E mais uma passada pelo centro para tirar fotos! Essa estátua engraçadinha fica na entrada do museu de caricaturas, mas não cheguei a entrar para conhecer. E a outra construção é a Catedral de Frankfurt.

IMG_5847 IMG_5848 IMG_5849 IMG_5850 IMG_5851 IMG_5852

Essa região lindinha é o centro da parte antiga de Frankfurt, onde fica o Römer, atual sede da prefeitura da cidade.

IMG_5853  IMG_5855 IMG_5856 IMG_5857

3

4

5

Começamos o dia seguinte visitando o Städel Museum, onde estava estreando uma exposição do Monet. Achei que foi um pouco caro (pagamos uns 12 euros com carteira de estudante), mas o museu tinha um acervo enorme, e acredito que tenha sido um pouco mais caro por causa dessa nova exposição do Monet. Um evento que eu acho interessante na Europa é a “noite dos museus”. Em um determinado dia os museus ficam abertos durante a madrugada, e você só paga uma pequena taxa e pode visitar váaarios! Não chegamos a pegar a data, mas adoramos a ideia!

(Olhem uma cabine telefônica alemã!!) 🙂

6

IMG_5858

Ficamos pelo centro para almoçar e a Maria queria comprar umas coisas na Galeria Kaufhof, então aproveitamos para subir no deck dessa galeria com a Zeil Galerie, que tinham me indicado, mas acabei não achando a vista nada demais. E demos um pulinho no Kleinmarkthalle (fica pertinho da Catedral!), que é um mercadinho que vende flores, carnes, frutas, etc, e compramos algumas frutinhas. Só não achamos muitos lanchinhos prontos. 😦

8

7

Depois fomos correndo para o Forum de Fotografia que tinha por lá porque estava tendo uma exposição (Eyes Wide Open!) dos 100 anos de fotografia da Leica, e como já estava ficando tarde não queríamos correr o risco de perder. A exposição foi FANTÁSTICA, eu não queria ir embora! Duas fotografias famosas que estava lá eram “Kiss in Times Square” e  “Givenchy Hat for Jardin des Modes”.

leica1 paris-givenchy-hat-b-1958-by-frank-horvat-for-jardin-des-modes-web

Jantamos em um dos únicos lugares abertos que por uma benção divina tinha sopa e salada (não aguentavamos mais gorduraaaa). ❤

Na manhã seguinte segui para o tão esperando Gutenberg Museum em Mainz, enquanto a Maria foi para o Museu de História Natural. O post sobre Mainz já tá no ar, então é só clicar aqui para ver essa cidade gracinha!

Quando nos reencontramos a Maria já estava pronta para aproveitar mais um dia de sol, então fomos correndo para o gramado! Lembram daquela árvore rosa nas fotos aqui em cima? Foi ali mesmo que escolhemos ficar!

IMG_5904 IMG_5909 IMG_5914

Pra melhorar ainda passamos num café maravilhoso e pedimos essas delícias.

14

E para nos despedirmos da cidade recebemos esse lindo último pôr-do-sol. ❤

IMG_5935

De noite percebemos que estávamos com fome e não tinha quase nada aberto. Mas encontramos um döner kebab na rua de fast food, e resolvemos que esse seria o dia de finalmente experimentar o tal! Acabamos amando e ele foi nossa salvação baratinha durante vários outros dias da viagem.

Vai aí uma imagem dele, porque o primeiro kebab a gente nunca esquece. ❤

9

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s